9.4.08
dos erros necessários
Bondade tua achar meu blog muito bom! Ele anda meio bagunçado, sem rumo. Estou fazendo novas experiências literárias e buscando novas reflexões. Estou num momento de profundas mudanças, muitas rupturas, poucos acertos e cometendo consciente e propositalmente alguns erros. Tenho tido a impressão de que o erro é uma necessidade, mais ou menos como a heresia: sem ela a teologia não se desenvolveria.

E por falar em heresia, o que você anda pensando hein! rs. Você sabe que adoro pensamentos pouco ortodoxos (ultimamente tenho adorado os "nada" ortodoxos) e ainda mais quando eles vem com um "que" de petulância; são esses pensamentos que nos derrubam e nos levam para mais perto da Palavra, essa sim completamente heterodoxa, pois não se conforma a pensamento humano algum.


confissões em trecho de email.

Marcadores: , , ,

 
posted by rafael at 11:35 | Permalink |


3 Comments:


At 09 abril, 2008 22:39, OpenID poetriz

E obviamente esses erros e rupturas não tem absolutamente nada a ver com a tal conversa do "cotovelo", né? =P

Bjos!

 

At 11 abril, 2008 08:21, Blogger Antônia

O que tem me atormentado é Isaías principalmente:"quando vires o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne".
É obvio, simples,faz todo o sentido, é taxativo e no entanto é uma negação diária que se faz e que faço e no entanto penso que não há sentido se não for dessa forma. E gostaria de fazer a minha vida fazer sentido. Sei lá. Acho que não dá. Ainda.
O problema é que a postergação dos valores é o mesmo que negá-los.

 

At 12 abril, 2008 00:40, Anonymous Fátima Yone

nunca cometo o mesmo erro
duas vezes
já cometo duas três
quatro cinco seis
até esse erro aprender
que só o erro tem vez

(lê-minski)

gealmente vou por aqui, estimando as pioras da bagunça, Sr. Rafael. se vir a Poetriz, diga que, assim que puder, respondo. não sei por que não aparece nas minhas postagens o meu endereço de e-mail...

mas por enquanto, ainda prefiro ler as suas reflexões em ensaios - o que não quer dizer que você não deva experimentar outras disposições. um até mais.

 


|