5.3.07
eu e elas
Misógeno: aquele que tem horror a casamento;
Ginecófobo: aquele que tem aversão as mulheres.

Abri uma nova conta no orkut por ter medo de ser esquecido. Sim, porque hoje parece que ninguém mais usa e-mail, telefone, carta, ou qualquer outro meio de comunicação fora do modelo "scrap". E uma coisa chamou a minha atenção nessa volta ao universo orkut: minha página de recados contém apenas mulheres. Bom para uns, mas para mim um motivo de reflexão.

Notei isso nos últimos anos. Tenho mais amizades femininas do que masculinas. Minhas melhores amizades são cultivadas com mulheres e sinto-me muito mais a vontade entre elas. Se no tocante a amizade tenho "sucesso", por outro lado, no que se refere a relacionamentos cultivados com afetos para além dos trocados por amigos, não sou um cara com muita ginga.

Penso que isso ocorra devido meu perfil. Não vou me descrever aqui - porque a propaganda deve ser feita por quem me conhece e também por não estar fazendo anúncio de minha disponibilidade..... Apenas quero expressar minha percepção sobre o meu "encalhamento".

Sem nenhuma modéstia (aliás essa é uma qualidade que me falta) faço algum tipo de sucesso entre as meninas mais novas. Porque sempre poso como um homem maduro, experiente com as questões da vida, e isso de certo modo agrada a inexperiente juventude.

Também noto algum tipo de encantamento entre as mulheres com alguns aniversários a mais em relação a mim, e isso por eu demonstrar ser um jovem responsável e com um certo ar de romântico, trazendo sempre a tona a imagem incrustada no imaginário feminino do príncipe (mas eu não me considero príncipe, ok?).

Você deve estar pensando na minha satisfação ao constatar isso (pode não ser verdade, mas eu vejo assim, hehe). E não nego ser muito prazeroso e altamente saudável para a minha estima perceber as coisas desse modo. Contudo, minha satisfação se esvai quando noto que, entre às mulheres da minha idade, minha atuação chega a ser quase nula.

E credito isso novamente ao meu perfil. Parece que sou meio antiquado para as expectativas gestadas entre o belo sexo de idade próxima a minha. A pose de rapaz correto, certinho, crente no amor verdadeiro e adorador da poesia, consegue apenas conquistar palavras como: "você é especial" e "você vai encontrar alguém especial e será muito feliz". De tanto ouvir isso, cheguei a seguinte conclusão: ou ser especial levanta uma barreira entre as pessoas e você, ou ninguém se considera especial a ponto de sentir-se merecedora de você(e se alguém se considera, me escreva!).

Essa tese de que meu perfil não ajuda muito na conquista das mulheres da minha idade, foi fortalecida depois de ler um trecho de "O livro do riso e do esquecimento" de Milan Kundera, no qual o autor escreve:

Os homens sempre se dividiram em duas categorias: os adoradores de mulheres, isto é, os poetas, e os misógenos, ou melhor dizendo, os ginecófobos. Os adoradores ou poetas veneram os valores femininos tradicionais como o sentimento, o lar, a maternidade, a fecundidade, os raios divinos da histeria e a voz divina da natureza em nós, enquanto que nos misógenos ou ginecófobos esses valores inspiram um ligeiro pavor. Na mulher, o adorador venera a feminilidade, enquanto o misógeno dá sempre preferência à mulher do que à feminilidade (...) O adorador ou poeta pode dar à mulher o drama, a paixão, as lágrimas, as preocupações, mas nunca nenhum prazer.

Coloco-me na condição do adorador. Confesso ser um sonhador, um amante da beleza, um contemplador do feminino, e talvez um poeta do amor. Reconheço uma certa ausência de um atrativo de cunho mais carnal, mais reclinado ao âmbito do prazer. E numa sociedade fortemente orientada pelo hedonismo (ter o prazer com objetivo) eu certamente saio perdendo.

Por vezes sinto-me como alguém pertencente a uma outra dimensão, aquela que compreende o ideal. De modo algum me considero perfeito, contudo, no imaginario ensinado a nós, as mulheres sempre sonham com o adorador, mas quando encontram um, parecem desejar mesmo o misógeno, relegando o primeiro a classe dos "especiais", que eu não considero a das mais felizes.

Sou um mísero adorador das mulheres tentando ser poeta. E apenas por tentar já me sinto inacessível, não porque eu queira, mas por imposição do hedonismo favorecedor da misogenia.

Marcadores: , ,

 
posted by rafael at 00:08 | Permalink |


7 Comments:


At 10 março, 2007 01:20, Anonymous Anônimo

nossa..esse "Ginecófobo" parece o nome de uma enzima ou algo assim q tem dentro das células animais..credo...rsrsrs

rafa, amore...o problema é o sexo feminino, cheguei a uma conclusão (embora pareça óbvia,ao meu senso) recentemente...as mulheres da sua idade preferem os mals..os "bonzinhos" são dispensados...os tempos são como vc disse, hedonistas..afff
motivo tmb da minha solitude (por opção rsrsrs)...como dizem "pego mas não me apego" hehehehe
vivamos assim então ué
quer uma previsão: espere daqui a alguns anos (calma...não se apavore..rsrs) qnd tu estiveres com uns 30 anos...vai ser a última bolacha do pacotinho, porquê?!
oras, nessa fase os tals "Ginecófobo" perdem seu encanto e as angiospérmicas querem segurança, romantismo, atenção..td que vc tem e q agora não é valorizado!
Eu me candidato...kkkkk
te amo miguxuu

 

At 11 maio, 2007 16:01, Blogger kamila_moratti

oi amor kkkk se eu não fosse tão complicada quanto vc para se relacionar com certeza vc seria o meu principe. Acho que sou sua versão feminina, podemos fazer umas trocas eu te dou uma mão com as mulheres e vc me dá com os homens kkkkk. Acho que somos mutantes amigo kkkkk seres diferentes kkkkkkkk. Enquanto o amor não vem kkkk o negocio é encontar nosso libido nas boas conversas, amizades, livros, musicas, poemas, estrelas, lua ............
TE AMO.

 

At 26 julho, 2007 11:41, Anonymous Angelina

eu vejo da seguinte forma: a maioria das mulheres procura uma coisa meio oposta à sua propria natureza, é quase como se fosse um complemento, por isso a maioria busca inconscientemente uma figura com perfil de cafajeste machão e insensível. porque a parte da sensibilidade e emoção elas já possuem em si, então o que falta, a parte "carnal" por assim dizer, instinto, buscam no homem.
é apenas uma teoria =D

 

At 26 julho, 2007 12:55, Blogger AP

Hum, estava se fazendo de coiadinho, né? E faz sucesso com as mulheres... Tsc, tsc, tsc... Que feio, isso...

Beijo!

 

At 11 fevereiro, 2008 10:55, Anonymous Rosana Corrêa

queria mesmo ter o dom de traduzir os sentimentos em palavras...
Diante do acaso, encontrei vc e me encantei por suas lindas palavras.
Sucesso e realizações.
bjo enorme.

 

At 27 outubro, 2008 00:26, Anonymous Gigi

Eu acredito que muitas pessoas como eu, cresceram com valores e padroes extremamente machistas na familia. e acabaram levando esse padrao, misogeno, como o padrao a ser buscado. Cegam para um perfil mais real de vida, que seria o poeta, o que realmente fica feliz com a mulher ao seu lado. Enquanto o misogeno tem um padrao de humilhar a mulher, isso acaba sendo considerado por ela a entao submissao da mulher ao homem, e prende muitas mulheres em relacionamentos nada saudaveis, apenas por ter padroes machistas na familia e nao conseguir se liberar deles.

 

At 19 novembro, 2008 19:24, Anonymous Anônimo

Olá Rafael,
Parece que vc entendeu o que está acontecendo....
Mas se vc está "fora do jogo" não reclame!
É sua opção! Porque se vc quisesse enganar e seduzir para "mandar" em uma coitadinha qualquer...
vc...sabe...que vc poderia!!!
Espere Rafael.....vale mais uma relação de verdade!

 


|