14.1.08
despedidas
Tua ida
leva a minha

vida

finda.



Volta
vida finda,
minha
ida.

Finda a ida,
tua
minha

....................................vida


fica.

*********************************************************************
Autocrítica:

Relendo depois de algumas horas, achei que a disposição das palavras tornou o texto muito complicado (para não dizer ruim). Segue abaixo o primeiro rascunho.

Tua ida
leva a vida
já pouca
já finda.

Tu voltas?
vida
pouca
finda....

Tu, vida,
finda a ida.
Fica!?

Aproveitando o ensejo, estou pensando numa disposição mais simples, contudo inteligível, como se segue:

Tua ida
leva a minha

vida

...................finda.


Volta
vida finda,
minha
ida.

Finda a ida,
tua
minha

vida
fica.

Ah, pensando bem, desculpe o transtorno! Vou deixar a preguiça de lado e trabalhar melhor o texto.

reatulizado às 22:03

Marcadores: , , ,

 
posted by rafael at 17:45 | Permalink |


4 Comments:


At 14 janeiro, 2008 20:14, Anonymous Daah

Isso me lembrou Arnaldo Antunes!
Gostei.

=)

 

At 15 janeiro, 2008 13:44, Blogger 

Moço, decida-se!
Para de coisa. rs
Ficou legal!
Bjo!!!

 

At 17 janeiro, 2008 01:55, Blogger Sandra Leite

Rafa,

Mosaico de palavras, sentimentos e mas o desejo é único.

Você sabe o que quer...

beijos

....xaus

 

At 19 janeiro, 2008 14:37, Anonymous priscilla

adorei!
não só o poema, mas as combinações, as dúvidas, a construção... nossa! mas que bom!
ver o processo foi transbordante!

 


|